Anísio Teixeira

 

          Anísio Spínola Teixeira nasceu em Caetité (BA), em 12 de julho de 1900.

 

           Em 1922, formou-se em Ciências Jurídicas e Sociais, no Rio de Janeiro. Com apenas 24 anos, foi nomeado inspetor geral de Ensino do Estado da Bahia. Em 1928, estudou na Universidade de Columbia, em Nova York, onde conheceu o pedagogo John Dewey. Em 1931, foi nomeado secretário de Educação do Rio e criou uma rede municipal de ensino completa, que ia da escola primária à universidade. Em 1935, completou a montagem da rede de ensino do Rio com a criação da Universidade do Distrito Federal (UDF). Perseguido pelo governo de Getúlio Vargas, Anísio refugiou-se em sua cidade natal, onde viveu até 1945. Em 1946, ele assumiu o cargo de3 conselheiro da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (UNESCO). Em 1950, criou o Centro Educacional Carneiro Ribeiro, em Salvador, a Escola Parque. Em 1951, assumiu o cargo de secretário-geral da Campanha de Aperfeiçoamento do Pessoal do Ensino Superior (CAPES) e no ano seguinte, o de diretor do Instituto Nacional de Estudos Pedagógicos (INEP). Em 1963, tornou-se reitor da UnB. Com o golpe de 1964, foi afastado do cargo e foi para os Estados Unidos lecionar nas universidades de Columbia e Califórnia. Regressando ao Brasil, tornou-se, em 1966, Consultor da Fundação Getulio Vargas (FGV). Faleceu em 11 de março de 1971.